A Família

A família parece ter perdido um pouco de sua identidade com tantas maneiras diferentes de unir-se a pessoas e definir estes agrupamentos como família. Famílias homossexuais feminina e masculina, casais heterossexuais divorciados e unidos novamente com novos parceiros também divorciados, cada qual com seus filhos, gerando novos filhos; entre outras tantas formas de união. Quem faz às vezes do pai? E da mãe? Quem efetivamente orienta? Quem conversa e se preocupa com o outro? Mesmo numa família tradicional, as vidas agitadas, cheias de compromissos e trabalhos exaustivos dos pais, para fornecer uma educação adequada e condições financeiras básicas, acabam por impedir o contato mais próximo, íntimo de seus membros, que acreditam estarem os filhos cientes de todas as mazelas do universo, livres de qualquer dificuldade e, sendo orientados por alguém. Quem? Não seria, talvez, este o problema?

Como ajudamos os familiares:
• Acompanhamento psicológico individual
• Terapia de família
• Grupos terapêuticos
• Palestras educativas
• Orientação terapêuticos

Responder