PALESTRA: O Tratamento da Família na Dependência Química

PALESTRA: O Tratamento da Família na Dependência Química

Quando as coisas dão errado nos relacionamentos, a maioria de nós tende a dar os créditos, generosamente, ao outro. Na dependência química, alcoólica ou em qualquer outro tipo de dependência, a base para a manifestação do sintoma, encontra-se no relacionamento familiar.

Se realizarmos uma observação mais apurada do mundo, tendo como referência a nossa própria pessoa – “EU”, conseguimos enxergar mais nitidamente a contribuição das outras pessoas com quem nos relacionamos no dia-a-dia, nos nossos problemas mútuos. Quando conseguimos compreender que a reciprocidade é o princípio que governa os relacionamentos, conseguimos pensar além dos termos de vítimas e vilões.

A mudança de uma pessoa muda o sistema familiar, e cada qual irá reagir de acordo com o papel desempenhado por ele no grupo, o que definirá seu adoecimento ou não a partir da melhora do membro sintomático. Qual o tipo de relacionamento grupal existente em sua família? Qual o papel desempenhado por cada um de seus membros? Qual ensinamento tem transmitido aos membros mais novos?

 

Dia:

28 de setembro de  2013 (sábado)

Horário:

14h00 até 15h30 (palestra)

15h30 até 16h00 (perguntas e respostas)

 
Café:

16h00 até 16h30

 
Investimento:

R$ 12,00 (por pessoa)

Entre em contato.

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Seu telefone (obrigatório)

Se vier acompanhado(a), escreva o nome da pessoa

Se você gostou deste post curte no seu perfil do facebook.